Pra Você Auto | Culinária | Saúde | Sua Casa

Estrogonofe Gelado de Presunto

Estrogonofe Gelado de Presunto

 

Leve o creme de leite ao freezer por 15 minutos.
Retire a lata do freezer e vire-a de ponta-cabeça.
Abra dois furos na superfície da lata e deixe escorrer todo o soro. Misture o creme de leite com a maionese, o ketchup, a mostarda, o molho inglês e o açúcar. Reserve. Corte o presunto em cubinhos e ponha em uma tigela.
Corte o palmito em rodelas e os ovos em cubinhos e junte-os ao presunto. Regue com a mistura de creme de leite, corrija o sal e leve à geladeira por 2 horas. Sirva com salada.
 
Kibe de Batata

Kibe de Batata

Ponha o trigo de molho por um dia. 
Cozinhe as batatas, escorra e reserve. 
Corte as batatas em pedaços pequenos e tempere com o sal, a pimenta, o cominho, a canela e a noz moscada. 
Amasse com um garfo, junte a hortelã, a salsa picada e o alho. 
Adicione o trigo e misture bem. 
Unte uma forma com o azeite de oliva e ponha a massa. 
Faça uma mistura com a cebolinha verde, as folhas de hortelã, a salsa e o azeite de oliva. Espalhe as nozes sobre a massa, regue com o molho de ervas e azeite e leve ao forno. 
Retire e sirva seu delicioso kibe de batatas.
Evite retenção de líquidos

Evite retenção de líquidos

Barriga estufada, pernas pesadas e a terrível sensação de ter engordado vários quilos em pouquíssimo tempo... Você pode estar sofrendo com a retenção de líquidos!
O problema se caracteriza pelo acúmulo excessivo de água entre as células do organismo, que não é eliminado através da urina. Dessa forma, ocorre o inchaço principalmente na barriga, pés, mãos, coxas, tornozelos e mamas. Com algumas mudanças nos seus hábitos, é possível reduzir essa desconfortável sensação, aliviar a retenção de líquidos e sentir-se mais leve e bem-disposto!
 
– “Consuma alimentos como melancia, melão, abacaxi, chuchu, pêssego, cenoura, por exemplo, que são ricos em água e potássio. Eles ajudam a regular o teor de sódio no organismo e diminuem o inchaço”, explica a nutricionista Paula Castilho.
 
– Beba no mínimo 3 litros de líquidos por dia. “Tome pelo menos 1 litro de água pura, para promover a desintoxicação corporal. O restante pode variar entre chás e sucos. O ideal é ingerir 200 ml de algum líquido quinze minutos antes da refeição ou uma hora após”, ensina a nutricionista.
 
– Pratique atividades físicas regularmente. Procure, ao menos, caminhar três vezes por semana, durante meia hora. O exercício aumenta o batimento cardíaco e acelera vários processos no corpo, como a queima de calorias e gorduras, além da eliminação das toxinas e dos líquidos acumulados.
 
– Se você trabalha sentado, procure se levantar a cada duas horas. Também é interessante realizar a ginástica laboral durante o expediente.
 
– Faça uma deliciosa massagem, por exemplo, a drenagem linfática. Essa técnica é realizada com óleos essenciais e consiste em compressão e descompressão dos gânglios, trabalhando a circulação linfática. Dessa forma, ela estimula a eliminação do líquido linfático, que fica localizado entre as células e é rico em gorduras – até os gânglios linfáticos. Quando ele fica retido no tecido subcutâneo, você se sente inchado e pesado.
 
– Aumente o consumo de legumes e verduras, principalmente crus.
 
– Coma mais frutas. “Quando possível, ingira também o bagaço ou a casca. E prefira as que possuem poder laxativo, como: laranja, mexerica, mamão, banana-nanica, ameixa-preta, abacaxi, abacate e acerola, pois elas promovem uma limpeza no organismo, eliminando as toxinas”, explica Paula.
 
– Coma sempre devagar e mastigue bem os alimentos.
 
– Sempre que possível, dê preferência aos produtos integrais.
 
– Acrescente ao leite itens como cereais integrais, farelo de aveia, farelo de trigo, gérmen de trigo e linhaça, que favorecem o funcionamento do intestino.
 
– Modere no consumo do sal. “Utilize alho, cebola e ervas naturais, como orégano, salsa, alecrim, manjericão e açafrão”, aconselha Paula.
 
– Evite o consumo exagerado do café. “Em excesso, a bebida age como vasoconstritor, ou seja, diminui o calibre das artérias, favorecendo a má circulação e contribuindo para o inchaço. Substitua-o por chás”, avisa a nutricionista.
 
– Polvilhe a comida ou a salada com farinha de linhaça, que tem ação anti-inflamatória e reduz a retenção hídrica no organismo.
 
Fonte:portal Vital
 
link: http://www.portalvital.com/saude/alimentacao/evite-a-retencao-de-liquidos
Vitaminas

Vitaminas

Vitamina A 
 
O que faz: defende o organismo de infecções; é fundamental para os ossos, dentes e pele; é anticancerígena. Principais fontes: fígado de boi; gema de ovo; leite e derivados; cenoura; vegetais verdes (como espinafre e acelga); frutos amarelos (mamão e melão). 
 
Vitamina B1 
 
O que faz: melhora a disposição; auxilia a digestão, o funcionamento do sistema nervoso e o combate à anemia. 
Principais fontes: cereais integrais; vegetais; carnes; gema de ovo. 
 
Vitamina B2 
 
O que faz: é indispensável para a saúde da pele e da mucosa; combinada com outras substâncias trabalha no metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas; diminui o cansaço dos olhos. 
Principais fontes: cereais integrais; fígado; soja; espinafre; feijão; peixe; ovos; laticínios e derivados. 
 
Vitamina B6 
 
O que faz: permite ao organismo assimilar melhor a proteína e a gordura; atua no sistema nervoso; evita problemas de pele; alivia náuseas; reduz cãibras e dormências; funciona como um diurético natural. 
Principais fontes: nozes; carnes; peixes; legumes; aveia; germe de trigo; cereais integrais e banana. 
 
Vitamina B12 
 
O que faz: previne a anemia; fornece energia ao organismo; auxilia o bom funcionamento do sistema nervoso; aumenta a capacidade de concentração. 
Principais fontes: peixes; carne bovina; leite e derivados; ovos. 
 
Fonte: http://www.dicas.blog.br/?mostra=MTA0Ng==
Confira todas as dicas...
Voltar ao Topo