Pra Você Auto | Culinária | Saúde | Sua Casa

Como tratar e controlar a ansiedade.

Como tratar e controlar a ansiedade.

O que são transtornos de ansiedade generalizada?

Pessoas com transtornos de ansiedade generalizada passam o dia cheias de preocupações e tensões exageradas, ainda que tenha pouca coisa ou nada provocando isso. Elas antecipam desastres e são profundamente preocupadas. Algumas vezes só pensar em viver o dia já produz ansiedade.

Os transtornos de ansiedade generalizada são diagnosticados quando a pessoa preocupa-se excessivamente sobre uma variedade de problemas cotidianos por pelo menos 6 meses. Pessoas com transtornos de ansiedade generalizada não conseguem se livrar de suas preocupações, mesmo que percebam que a sua ansiedade é mais intensa do que seria esperado pela situação.

Pessoas com transtornos de ansiedade generalizada não conseguem relaxar e têm dificuldade de concentração. Muitas vezes, as pessoas com transtornos de ansiedade generalizada têm dificuldade para dormir. Sintomas físicos que geralmente acompanham a ansiedade incluem fadiga, dor de cabeça, tensão muscular, dores musculares, dificuldade de engolir, tremedeira, irritabilidade, sudorese, náusea, ir ao banheiro freqüentemente, sentir falta de ar, e ter ondas de calor.

Os transtornos de ansiedade generalizada afetam duas vezes mais as mulheres do que os homens. Como tratar e controlar a ansiedade Quando o nível de ansiedade é normal, as pessoas podem interagir socialmente e manter um trabalho. Já em casos de ansiedade severa, a pessoa tem dificuldade de desempenhar simples atividades rotineiras. Os transtornos de ansiedade generalizada são geralmente tratados com medicamentos e psicoterapia cognitiva comportamental, porém também deve-se tratar condições coexistente, se elas ocorrem, como alcoolismo e depressão.

Se você acha que tem muita ansiedade deve procurar um clínico geral que poderá determinar se os sintomas são de transtornos de ansiedade generalizada, de outra condição médica, ou de ambos. Se o transtorno de ansiedade generalizada for diagnosticado, o paciente geralmente é encaminhado a um médico especialista na saúde mental para que possa tratar e controlar seus sintomas.

Uma vez começado o tratamento com medicação, é importante nunca interrompê-la abruptamente. Certos remédios devem se descontinuados gradualmente sob supervisão médica, ou reações adversas podem ocorrer. Dicas para ajudar a tratar e controlar a ansiedade mais eficientemente.

Muitas pessoas com transtorno de ansiedade generalizada se beneficiam de juntar-se a um grupo de ajuda e compartilhar seus problemas com outros. Conversar com um amigo de confiança pode lhe dar apoio. Meditação e técnicas de controle de estresse podem ajudar pessoas com ansiedade a se acalmar e elevar os efeitos do tratamento. Há evidência preliminar também de que exercício físico aeróbico pode ter um efeito calmante. Porém, tudo isso não é substituto do tratamento médico profissional. Uma vez que cafeína, certas drogas ilícitas e até alguns remédios vendidos sem prescrição médica podem agravar os sintomas dos transtornos de ansiedade generalizada, eles devem ser evitados. Verifique com seu médico antes de tomar qualquer remédio adicional. A família é muito importante para ajudar uma pessoa a tratar e controlar a ansiedade. A família deveria dar apoio e não trivializar o transtorno de ansiedade ou cobrar melhoras sem tratamento. Tratamento do transtorno de ansiedade Remédios podem ser combinados com psicoterapia para tratar e controlar transtornos de ansiedade, e esse é o melhor método para muitas pessoas. Como tratar e controlar a ansiedade com remédios e medicamentos. Os remédios não curam o transtorno de ansiedade, mas podem o controlar enquanto a pessoa recebe psicoterapia. A medicação deve ser prescrita por um médico, geralmente um psiquiatra, o qual pode oferecer psicoterapia ou indicar alguém para realizá-la. Como tratar e controlar a ansiedade com psicoterapia.

A psicoterapia envolve conversar com um profissional treinado, psiquiatra ou psicólogo, para descobrir o que causa o transtorno de ansiedade e como lidar com seus sintomas. A psicoterapia cognitiva comportamental geralmente é muito útil para tratar transtornos de ansiedade. Para ser eficiente, a psicoterapia cognitiva comportamental deve ser direcionada às ansiedades específicas da pessoa e deve ser moldada às suas necessidades. Não há efeitos colaterais, a não ser o desconforto da ansiedade temporariamente aumentada. A psicoterapia cognitiva comportamental deve durar pelo menos 12 semanas.

Fonte:Biolab

Link:http://biolablab.com.br/site/index.php/component/k2/item/113-como-tratar-e-controlar-a-ansiedade

Como conservar o Carro

Como conservar o Carro

 

O que fazer:
 
Colocar combustível em local confiável, por exemplo em postos de combustível de supermercados
Ao encher o tanque, retirar a mangueira após travar o automático da bomba de combustível
Atravessar lombadas e valetas perpendicularmente
Usar o ar-condicionado pelo menos uma vez por semana
Trocar anualmente o fluido do radiador utilizando o aditivo indicado pelo fabricante
 
O que evitar:
 
Deixar o carro aos cuidados de manobristas
Acelerar em excesso enquanto o motor está frio
Dar a partida com equipamentos elétricos ligados
Esterçar as rodas com o carro parado
Forçar a direção hidráulica quando atingir o fim do batente
Lavar o motor 
Cuidado com os freios

Cuidado com os freios

 

O freio exige uma série de cuidados para funcionar perfeitamente. 
 
A primeira coisa é observar, de preferência num mecânico ou loja especializada, o estado das lonas traseiras e das pastilhas, que vã na frente (okay, sei que há carros com pastilhas na quatro rodas, mas são raros e caros!).
 
As pastilhas duram 40 000 km. Claro que se dirigir como um piloto de Fórmula 1, a duração é bem menor. De toda forma, é um número para se ter em mente.
 
Deixar a pastilha gastar até o final também pode detonar (aliás, é muito provável que) o disco de freio. Se isso acontecer, nem pense em fazer o chamado “repasse”, que consiste em lixar o disco até aplainar as saliências deixadas pelo desgaste.
Joelho de Porco na Panela de Pressão

Joelho de Porco na Panela de Pressão

 

O ideal é temperar o joelho na véspera ou pela manha para ser feito a noite.
Temperar com suco de 2 limões, 3 dentes de alho amassados, 2 cebolas raladas, uma pitada de pimenta do reino, e duas colheres de óleo, 1 colher de chá de orégano, um galho pequeno de alecrim fresco, sal a gosto, lembrando que vai ser cozido e caldo de costelinha.
Misturar todos esses ingredientes numa vasilha colocar o joelho em uma travessa e ir colocando esse molho até banhar todo joelho, tampar e deixar marinando por um tempo.
 
No preparo: Ferver aproximadamente 1 litro de água, reserve.
Na panela de pressão esquente o oléo, coloque o joelho para selar de todos os lados, quando estiver todo dourado, coloque as cebolas, despeje a água quente até cobrir o joelho, e por ultimo adcionar o caldo de costelinha, tampar a panela e deixar por 35 min.
Pode ser acompanhado com batatas inteiras cozidas em caldo de carne e salsinha com molho de alho.
Confira todas as dicas...
Voltar ao Topo