Pra Você

Auto

Bancos de Couro

Para prolongar a vida útil do revestimento em couro dos bancos de seu carro, confira esses cuidados necessários: 

Limpeza
1 – Poeira: retirar com pano macio e seco; 
2 – Líquidos (café, leite, refrigerante, bebidas alcoólicas e água) e Produtos gordurosos (óleo, azeite, creme e chocolate): 
- remover imediatamente com pano macio e absorvente, friccionando suavemente; 
- limpar com pano levemente umedecido com água morna em solução de sabão neutro; 
- deixar secar naturalmente. 
3 – Recomendações: 
Não utilizar objetos pontiagudos e/ou abrasivos, bem como solventes e produtos agressivos na limpeza, evitando assim danos irreversíveis ao material.
 

A lavagem certa para cada situação

Dependendo da situação, alguns cuidados extras devem ser tomados para que seu carro não fique limpo apenas superficialmente. 

A maresia, por exemplo, pode transformar seu carro em pó, devido à corrosão.
 
Veja como cuidar corretamente do seu carro: 
• A lavagem deve ser feita sempre sob a sombra, para evitar manchas na pintura. 
• Não misture querosene à água para lavar a carroceria. O produto danifica a pintura. 
• Lave o carro por partes, de cima para baixo. 
• Use só água e sabão neutro na lavagem. 
• Use sumo de limão para remover manchas de cimento da lataria.
 

Extintor do carro em ordem

 

O extintor de incêndio do carro não tem vida muito fácil. Apesar de ser esquecido na maioria das vezes, precisa estar sempre em bom estado para não falhar se acontecer alguma emergência. A data de validade é um dos pontos a serem verificados. Outro dado importante: para ser eficaz e evitar multas, o ponteiro do mostrador deve sempre indicar a faixa verde, o que siginifica que ainda está com carga.
 
Para quem não sabe, o equipamento direcionado para os veículos automotores tem material misto, capaz de apagar incêndios de qualquer tipo de componente (seja ele plástico, borracha ou químico). A localização padrão é no chão do carro, junto a coluna frontal direita. Em outras situações, ele também pode ficar em baixo do banco do passageiro, ou do motorista, dependendo da montadora.
O site do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo também indica algumas dicas referentes a forma correta de utilização do extintor. 
 
O ideal na hora da aplicação é manter uma distância de segurança de alguns metros. Posicione o bico de saída, direcionado para o foco do fogo e de maneira firme pressione a alavanca de disparo. Vale lembrar que o extintor de incêndio do carro é um auxiliar na hora do aperto. O melhor é, dependendo da gravidade do problema, entrar em contato rapidamente com os bombeiros e solicitar o socorro.
 

Escapamento

Com o uso constante, sofre desgaste provocado pelos resíduos corrosivos de combustível e óleo e deve ser trocado sempre que apresentar buracos ou rachaduras, para não comprometer o bom desempenho do motor. Composto por câmaras de expansão, conversores catalíticos e tubos, é o sistema responsável por recolher e eliminar os gases queimados no processo de combustão no motor, bem como pela redução do nível de ruído produzido por seu funcionamento, graças a um silenciador interno. Ele abafa o ruído do escape. Dentro do silenciador, há tubos perfurados e defletores que desviam o fluxo do gás, reduzindo sua velocidade e a pressão. Isso diminui as vibrações e o ruído.

Culinária

Saúde

Como combater a boca seca?

Quando se fala em boca seca, geralmente tem-se a impressão de uma condição que apenas incomoda, mas trata-se de um problema que, além de ‘roubar’ todo o paladar e o sabor dos alimentos, compromete a saúde oral.
 
De acordo com Rodrigo Bueno de Moraes, cirurgião-dentista que vai coordenar o simpósio sobre “Boca seca na clínica odontológica”, durante o 30° Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo, essa condição pode causar problemas graves, já que a saliva ajuda a prevenir cáries e outros problemas bucais ao limitar a proliferação de bactérias na boca e lubrificar o ambiente bucal.
 
“Além da boa escovação dos dentes e do uso de fio ou fita dental, a saliva contribui para a eliminação de algumas bactérias, bem como diminui a acidez da boca. Também ressalta o paladar e o poder das enzimas salivares de colaborar com a digestão. A boca seca – ou xerostomia – age na contramão, sendo que a pessoa pode apresentar mau hálito, lábios ressecados, dor de garganta, alteração no paladar, dificuldade na fala, dificuldade de engolir alimentos e, principalmente, aumento de cáries, infecções periodontais e inflamações gengivais – resultando na perda total dos dentes naturais caso não recorra a um tratamento adequado”, diz Bueno de Moraes.
 
Na opinião do especialista, boca seca é um fenômeno relacionado com várias situações. Merecem destaque as relacionadas com o desdobramento do uso de medicamentos ou com situações que comprometam a estabilidade da saúde (caso da respiração bucal, das doenças autoimunes e de alguns tratamentos médicos).
 
“Trata-se de um efeito colateral relacionado com mais de 700 drogas conhecidas, entre antidepressivos, anticolinérgicos, anti-hipertensivos, anti-histamínicos, anti-inflamatórios, ansiolíticos, diuréticos, analgésicos, relaxantes musculares e muitas outras. Mas, também, há fatores emocionais – como estresse – que podem desencadear xerostomia, bem como condições específicas que levam ao quadro de boca seca, como tratamento de câncer, síndrome de Sjögren, mal de Parkinson, mal de Alzheimer, Aids e até diabetes, por exemplo”.
 
Rodrigo Bueno de Moraes alerta para a importância de se procurar um cirurgião-dentista tão logo a pessoa sinta as primeiras alterações da mucosa oral, já que a boca seca pode evoluir para lesões, feridas bucais mais severas ou favorecer a perda dos dentes.
 
“Esse paciente tem de ser examinado frequentemente, porque tem um risco bastante aumentado de cáries ou de doenças das gengivas e precisa, portanto, de aplicações tópicas de flúor e manutenção de boca desinfetada para prevenir o agravamento desses quadros”.
 
Além do tratamento odontológico, o cirurgião-dentista aponta cinco ações para estimular a produção de saliva naturalmente:
 
1. Consumir alimentos que estimulam o fluxo de saliva e refrescam o hálito. São eles: rúcula, agrião, aspargos, jiló, salsão, hortelã, maçã, pêra etc.;
 
2. Reaprender o valor de mastigar bem os alimentos. Isso ajuda na produção de saliva e na digestão também;
 
3. Aumentar a ingestão diária de líquidos, dando preferência à água e aos chás de hortelã, erva-doce, boldo e carqueja. Sucos de frutas também são bem-vindos;
 
4. Se empenhar firmemente para parar de fumar, de ingerir bebidas alcoólicas e de usar drogas, porque costumam agravar ainda mais os quadros de boca seca;
 
5. Excluir da rotina a ingestão de doces muito caramelizados, como frutas em calda, balas de goma e de coco, geleias etc.
 
O especialista, por fim, chama atenção para outra questão fundamental na vida dos portadores de boca seca, que é o uso rotineiro do fio dental e de escovas com cerdas macias. “Para todas as pessoas, de modo geral, a frequência adequada dos cuidados diários de higiene bucal é de, no mínimo, duas vezes ao dia para os adultos e de três vezes ao dia para as crianças”.

Feche a porta de seu salão para contaminação

Você sabia, que ao compartilhar alicates, espátulas e outros materiais das manicures e estes não estiverem devidamente esterilizados você pode contrair doenças?

A Hepatite por exemplo, é uma inflamação do fígado causada por um vírus e pode ser transmitida apenas por uma gota de sangue. 

Onicomicose (micose nas unhas), é uma infecção causada por fungos, também pode ser contraída pelo compartilhamento de materiais não esterilizados. Essas são algumas das doenças mais comuns, o importante é prevenir e esterelizar todos os materiais.

Em primeiro lugar, os materiais devem ser lavados e acomodados em embalagens apropriadas, antes de passar pelo processo de esterilização. Se for em estufa, deve-se ter muito cuidado com o tempo e temperatura corretos para efetiva esterilização. O tempo para a estufa é de 1 hora à 170°C e de 2 horas à 160°C. Quem esteriliza em autoclave deve seguir as instruções de uso do fabricante, sendo o tempo essencial de 15 a 30 minutos à 121°C.

Não deixe a maquiagem envelhecer você

 

Quando você era criança, uma de suas brincadeiras preferidas era pegar as maquiagens da sua mãe e se pintar para parecer mais mocinha (mesmo que, na verdade, o resultado final fosse de um palhaço)? A maquiagem faz parte da vida de todas as meninas desde pequenas, sendo que ela tem um alto poder de transformação e deve ser usada com sabedoria para não criar um visual errado.
 
Quando a mulher é mais jovem, a maquiagem é um trunfo usado para parecer mais velha. Já quando atingimos certa idade, o make pode e deve ser usado como um aliado para proporcionar uma aparência mais jovial.
 
Se você acha que o seu make está lhe deixando com o visual envelhecido, é preciso ficar atenta a alguns pontos que estão causando isso. Por exemplo: pesar a mão na base e usar muito lápis preto nos cílios inferiores são alguns dos erros cometidos.Além disso, uma pele ressecada e maltratada também contribuiu para que a maquiagem não tenha um bom efeito. É necessário cuidar bem da epiderme com esfoliação, tonificação e hidratação com produtos adequados. O uso do filtro solar é imprescindível para prevenir danos na pele, valendo para mulheres de todas as idades. Tomando esses cuidados, o make será bem aproveitado e trará um resultado mais saudável e bonito.
 
Além desses fatores, na hora de se maquiar é importante seguir alguns truques importantes, que valem muito na hora de ficar mais bonita, sem que a maquiagem envelheça a sua aparência. Confira abaixo algumas dicas valiosas que o TodaEla separou para você e quais erros evitar:
 
Não aplique lápis preto nos cílios inferiores. O uso do produto dessa forma pode deixar os olhos mais caídos e menores, além de atrair a atenção para olheiras, flacidez e linhas de expressão. Prefira usar o lápis (preto ou marrom) na pálpebra superior como um delineador, realçando os cílios com rímel. Assim você levanta o olhar, fazendo os olhos parecerem maiores e destacados;Não exagere na base, deixando o efeito “reboco”. Não tem como ficar bonita com aquele visual de “massa corrida” na pele, não é verdade? Tenha você 15, 20, 30 ou 40 anos, seja qual for a sua idade, pesar a mão numa base muito densa não é legal e envelhece demais a aparência. Para um look mais suave e jovem, hidrate a pele normalmente, use um primer (se necessário) e prefira uma base mais fluida e translúcida. Espalhe bem o produto com a ajuda de uma esponjinha, observando atentamente se a pele ficou homogênea e natural;
Use o corretivo com moderação. Utilizar muito corretivo nas olheiras, por exemplo, pode criar uma camada grossa do produto, que acabará ficando marcada, chamando ainda mais atenção para a imperfeição. Aplique o produto com leves batidinhas para um efeito mais suave. Lembre-se também de não escolher um tom muito mais claro do que o da base para não ficar com o visual “panda”;O uso de muito pó também causa um visual pesado, formando linhas nas áreas expressivas do rosto. E não é isso que você deseja, certo? Passe apenas umas pinceladas leves para tirar o brilho da pele;
Fique atenta a cor da sua base. Não utilize uma tonalidade muito mais clara do que o tom da sua pele. Isso envelhece e cria o efeito “máscara” ou mesmo o “fantasma”, que é pior ainda... Muita gente só se dá conta do erro depois de ver alguma foto assustadora do visual de cara branca. Então, não arrisque e use a base que combine com o seu tom de pele;
O uso do blush deve ser suave e natural. Evite marcar demais o rosto com o produto com traços fortes que vão das têmporas até as bochechas. Isso só funciona em desfiles e editorias de moda. Para o dia a dia ou mesmo em produções de balada, o blush aplicado levemente nas maçãs do rosto com cores mais neutras é a opção mais acertada, deixando o visual saudável, jovem e elegante. Prefira tons como o rosa queimado e o pêssego;
Apesar de ser ótimo para levantar o olhar, o uso da máscara de cílios deve ser moderada, pois em grande quantidade o produto pode acabar ressaltando linhas de expressão e deixando o olhar pesado. Não exagere nas camadas e passe o suficiente para dar um destaque à área. Rímel aplicado exageradamente também pode deixar bolinhas e engrossar demais os cílios, o que prejudica o visual;
O delineador é um bom aliado para deixar o olhar mais bonito. Prefira as versões em pó para serem aplicadas com pincel chanfrado. Assim você controla melhor a quantidade e o produto não irá pesar nas pálpebras;As sobrancelhas também merecem destaque, mas sem exageros. Realce-as levemente com uma sombra do mesmo tom dela, apenas para cobrir possíveis falhas e marcá-las de forma discreta e elegante;
Apesar de serem tendências fortes de maquiagem atualmente, as sombras de tons brilhantes e metalizadas podem envelhecer o olhar, ressaltando mais as linhas e a flacidez das pálpebras. Prefira sombras opacas e matte de tons mais neutros. Para dar uma levantada no olhar e iluminar, uma sombra clara (nude ou creme) logo abaixo das sobrancelhas também é uma boa dica;Na hora de escolher um batom que deixará seu visual mais jovem, deixe os escuros e metálicos de lado e prefira os mais neutros, como os rosados, de tons terrosos e nude, com um toque leve de gloss para aumentar os lábios.Seguindo essas dicas, você pode aproveitar o melhor da maquiagem, que é deixá-la ainda mais bonita e jovem. O importante é respeitar o perfil de sua idade e usar a maquiagem sem exageros, a fim de valorizar a sua beleza natural.

5 dicas simples para emagrecer

Essas 5 dicas simples para emagrecer e perder barriga envolvem apenas mudanças de hábitos, que estão listadas por ordem de importância, começando por:
 
Dormir Bem.
Pode não ser muito óbvio mas fazer dieta em fase de muito trabalho e pouco sono é tortura. Descansar bem dá ânimo para se cumprir os compromissos e torna mais fácil resistir às tentação além de deixar o corpo mais disposto a fazer mais exercício. Em média as pessoas precisam de 6 a 8 horas de sono para descansar diáriamente.
 
Beber Muita Água durante o Dia.
A água durante as refeições não é aconselhada, por isso, se deve água até meia hora antes das refeições e esperar outra meia hora para voltar a beber água depois das refeições. A quantidade de água necessária varia de pessoa para pessoa. Beber entre 1 e dois litros de água por dia não é de mais, mas deve ser todos os dias.
 
Fazer algum Exercício Físico.
O tipo do exercício não é o mais importante. É natural que correr muito rápido emagrece mais rápidamente do que apenas caminhar, mas correr não é para todas as idades, nem para todos os joelhos, por isso se a melhor solução para todos os dias ou 3 vezes por semana é caminhar, é esse o melhor exercício físico do mundo pra você. O importante é fazer o que o corpo permite e nunca ficar parado.
 
Comer frutas e legumes.
Insira no regime alimentar frutas ou legumes em todas as refeições. Como por exemplo uma salada de frutas com iogurte ao lanche da tarde e uma salada de alface e tomate, atum e maçã ao jantar. Mesmo em pequenas quantidades durante o dias as frutas e legumes fornecem muitas fibras e vitaminas e por isso é fonte de saúde e ajuda a emagrecer e perder barriga.
 
Não ficar com Fome.
Fazer pequenas refeições a cada 3 horas pode parecer exagerado, mas é certo que a fome não aparece, as porções de comida ao poucos vão diminuindo e o peso também. Colocar lembretes no celular ou na agenda e se programar no dia anterior para os horários das refeições pode tornar essa tarefa mais fácil de cumprir.
Se emagrecer é muito difícil, pode ser importante consultar um endocrinologista para analisar se a tiróide está funcionando como deveria e um nutricionista ou médico nutrólogo pode ser consultado para estabelecer regras do regime alimentar personalizadas e assim ficar mais simples de cumprir, além de ser muito bom ter alguém mais no "time" torcendo e cobrando resultados.
 
Nos casos em que o indívíduo tem algum problema de saúde como gastrite, asma, osteoporose ou mesmo apenas uma limitação de mobilidade, a orientação e conselho dos médico para conciliar a dieta com a toma de medicamentos e a  adaptação à doença que apresenta é fundamental para que seja possível emagrecer melhorando a qualidade de vida e não o contrário.

Sua Casa

decoração para banheiros

 

Os banheiros costumam ficar em segundo plano quando o assunto é decoração. No entanto, pequenos cuidados já podem torná-los mais práticos, aconchegantes, bonitos e com aspecto maior.
 
O ambiente pode ser claro e básico, mas ganha um novo visual com detalhes coloridos (sem exagero) por meio de tapetes, vasos, toalhas. Faixas e pastilhas dão cara moderna ao ambiente. Para evitar problemas com a umidade, invista em móveis revestidos externamente com MDF, folhas de madeira, fórmica.

Cozinhas

A cozinha é um dos ambientes que mais refletem o estilo de vida de uma família. A importância que se dá na decoração de cozinha é proporcional à importância que este ambiente possui no contexto familiar.

Na hora de projetar a cozinha é importante prestar atenção ao quesito ventilação, circulação e iluminação. A cozinha não pode ser um corredor de passagem, e a iluminação natural é uma boa dica, além de ser agradável ela não distorce a cor dos alimentos.
Para cozinhas pequenas opte por cores claras para que o ambiente pareça mais amplo, a iluminação abundante ajuda a aumentar a sensação de espaço.
 
Uma das transformações mais visíveis da última década no mundo da decoração foi a incorporação da cozinha na sala tornando os dois espaços mais amplos e trazendo o espaço gastronômico para o centro das atenções: a cozinha americana.
 

Quartos

A maior privacidade de uma pessoa é em seu quarto. É o lugar onde se pode descansar, ficar a vontade, fazer o que quiser, a final, se está entre “quatro paredes”.
Para ficar melhor, porque não fazer um quarto moderno ou temático, quem sabe um quarto bem colorido ou rústico, faça dele o local mais agradável e aconchegante que puder, pois como todos dizem, “é o nosso cantinho”.
 
Dicas de decoração
 
1- Para começar, observe bem a iluminação, pois, é um fator essencial. As lâmpadas amarelas são indicadas por proporcionar uma sensação de relaxamento, além de ser mais confortável à vista. Mas, antes de planejar o local da iluminação, defina antes, o posicionamento dos móveis.
 
2-Os móveis não têm muito segredo; o essencial é cama, guarda-roupas e cômoda. Suas disposições dependem do formato e tamanho do quarto. O segredo é sempre deixar passagens livres para não aparentar que seu quarto seja menor do que é.
 
3-Use cores vivas na parede que ficará atrás da cama e nas demais use tons mais claros e suaves. Cores escuras podem dar aparência de que o ambiente é pequeno.
 
4-A escolha do piso certo também influencia na decoração, ele deve ficar em harmonia com a cama, e móveis (escrivaninha e armário, por exemplo), já que na maioria das vezes são os objetos que ocupam mais espaço no quarto, e serão eles que caracterizarão o ambiente.
 
5-Para um quarto jovem, o ideal é se usar cores vibrantes, e cheia de vida com a moderação de outros tons pasteis, contrastes e simplicidade. A TV e o PC devem estar presentes nesse ambiente. A iluminação é muito importante, além da luz geral do quarto, deve-se ter uma para ler durante a noite, outra para ouvir musica, entre outros. A mobília de preferência será metálica ou de madeira simples sem grandes trabalhados, é de extrema importância haver prateleiras, pois nesta fase da vida o jovem tem muitas coisas, material de estudo, livros, CD’s, e muito mais.
 
6-Espelhos não servem apenas para conferir a aparência, na decoração eles servem para deixar um aspecto maior ao ambiente
 
7-A cama é item de maior importância, por isso escolha um modelo que combine com o restante, a cabeceira é o principal item de decoração, deve harmonizar com o estilo do quarto.
 
8-Antes de colocar a TV, pense no que vai ser ligado a ela (DVD, videogame, TV a cabo) assim você saberá como fazer a decoração, pode-se colocar a TV na parede, junto de um aparador, embutido no roupeiro ou em um painel.
 
9-Não exagere na quantidade de móveis, facilite a circulação, em quartos de solteiro encoste a cama na parede deixando o espaço maior, já no quarto de casal isso não fica bom, deixe um espaço de pelo menos 60 cm nas laterais.
 
10-Cortinas podem criar certos climas para o ambiente, por isso escolha bem que modelo usar. Panos grossos preservam a privacidade, se o seu quarto for claro, com paredes claras, você pode usar uma cortina com cor mais forte para contrastar com o resto. Mas se você quiser deixar o seu quarto com um ar leve e mais sofisticado, compre cortinas de cor clara. Persianas são muito úteis, pois podem ser abertas e fechadas sem que você tenha que puxá-las, pois isso é feito através de um sistema com corda. A de pano é muito mais bonita esteticamente falando, é mais clássica e ao prender, você pode escolher fitas para combinar, para que continue bem bonita de manhã.
 
Não tem mistério, estude o tamanho do quarto antes de escolher os móveis, uma cor legal para as paredes, uma iluminação agradável para o ambiente e decorações sem muito exagero.
 

Segredos para uma sala bonita e organizada

 

você consegue abrir e fechar com facilidade todas as portas dos armários que estão na sua sala? Se a resposta for negativa, alguma coisa está sobrando…
Colocar mais objetos do que um espaço pode receber é comum, mas pense bem: a sobrecarga de enfeites e móveis atravanca a passagem, impede a rapidez na limpeza e pode até estragar aparelhos eletrônicos, causando curtos-circuitos e reduzindo a vida útil deles.
 
Veja como deixar esse ambiente – que funciona como cartão de visitas da sua casa – impecável. E ganhe espaço trocando a bagunça pela ordem. Clique em “leia mais“!
 
 
8 segredos para uma sala bonita e organizada:
 
1. Antes de sair para trabalhar, abra as cortinas para a luz do sol entrar em sua sala.
 
2. Invista em cortinas leves e claras, de renda ou voil, e, por baixo, aposte num tecido escuro e opaco, de sarja ou tergal. O forro grosso bloqueia os reflexos de luz sobre a TV.
 
3. Escolha um rack liso, revestido de fórmica e com portas de vidro. Esse modelo junta menos pó.
 
4. Fuja das mesas ovais ou redondas, que ocupam muito espaço e dificultam a passagem. Aposte em um móvel retangular ou quadrado. Se precisar ganhar espaço na sala, encoste uma das laterais da mesa na parede e use as que ficarem livres.
 
5. Dispense o tapete sob a mesa de jantar. Inevitavelmente, restos de comida e bebida vão parar nele, deixando manchas e atraindo ácaros e bactérias.
 
6. Deixe a estante em ordem! Equipamentos eletrônicos como TV, DVD e som não são estantes. Então, nada de colocar toalhas e vasinhos em cima deles – isso diminui sua vida útil.
 
7. Descarte alguns enfeites. Você não precisa expor todos os enfeites que ganha, selecione só aqueles de que mais gosta. O excesso de miudezas acumula pó e dificulta a limpeza.
 
8. Encaixote a bagunça: coloque os objetos de menos uso em caixas de madeira ou papelão. Nas lojas de artesanato há modelos baratos, de MDF ou compensado, que podem ser pintados a seu gosto. Outro jeito de deixar as caixas bonitas é encapá-las com papel de presente ou um retalho de tecido.

 

Voltar ao Topo